Blog

Controle de processos

Gestão administrativa e financeira

Gestão de empresas médicas

Gestão de escalas

Gestão de glosas

Gestão de qualidade

rotinas em anestesiologia

Rotinas em anestesiologia: principais problemas e como evitá-los

Por: | 13 de abril de 2021

As rotinas em anestesiologia são bastante corridas e desafiadoras. Na prática, muitas pessoas enganam-se ao pensar que esse médico participa apenas das cirurgias, pois, atualmente, o profissional também é ativo no momento pré e pós operatório do paciente.

Além dos acompanhamentos que envolvem exames e monitoramento dos operados, os gestores e médicos anestesistas possuem algumas responsabilidades administrativas concernentes ao preenchimento de fichas, guias e controles das operações.

Diante disso, algumas dificuldades surgem nas rotinas. O Manual de orientação ao anestesiologista, publicado pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), mapeou as principais queixas dos profissionais em relação à anestesiologia, são elas:

  • Anestesias simultâneas (20%);
  • Problemas de relacionamento médico/paciente (15%);
  • Controle dos honorários dos médicos (12%)

Por sua vez, esses desafios podem afetar o desempenho do profissional, provocar gargalos, prejudicar o faturamento de empresas de anestesiologia e abrir espaço para erros na operação.

Para evitar esses cenários, é importante entender os principais problemas que ocorrem nas rotinas em anestesiologia e como corrigi-los de maneira eficiente. 

Principais problemas nas rotinas em anestesiologia

Dentre os problemas mais comuns nas rotinas em anestesiologia, podemos destacar:

Não possuir a relação dos plantões realizados

Gerenciar um grupo de profissionais ou possuir uma empresa de anestesiologia inclui o monitoramento dos especialistas, inclusive da performance operacional.

Muitas vezes, entretanto, esse desempenho é pouco controlado nas rotinas e acaba prejudicando na administração dos plantões realizados pelos médicos. 

Além de gerar problemas em relação a possíveis compensações financeiras, esse erro pode também afetar o relacionamento com os médicos anestesistas e gerar desmotivação.

Dificuldades para escalar a equipe

Outro problema muito comum nas rotinas em anestesiologia é a dificuldade em escalar devidamente os médicos. 

Erros nas escalas, deficiências ou “buracos” nos horários, desafios no momento de alterar algum plantão e sobrecarga de profissionais são apenas alguns dos impactos que podem ser gerados sem um controle efetivo. 

Leia mais sobre o assunto: 5 dicas de como montar escalas de trabalho produtivas

Erros ou atrasos nas guias de convênios

As guias de faturamento consistem em documentos que comprovam a prestação dos serviços por parte das empresas médicas e, consequentemente, são enviadas para pagamento dos convênios.

Entretanto, cada plano de saúde possui suas especificações, assim como prazos de coleta e acertos financeiros. Erros ou atrasos no preenchimento e envio dessas guias afetam todo esse processo e geram as terríveis glosas, que impactam diretamente na lucratividade da empresa. 

Não gerenciar sua lucratividade

Você sabe quais são os gastos da sua empresa de anestesiologia? Ou, ainda, quais são os cenários que necessitam de um maior investimento financeiro? Se a sua resposta for “não”, provavelmente gerenciar a lucratividade é um problema que você enfrenta atualmente.

De modo geral, esse desafio prejudica o acompanhamento da operação. Com isso, os gestores não conseguem encontrar erros, gargalos, prejuízos ou oportunidades de otimização.

Ausência de informações para tomadas de decisões

Por fim, elencando o tópico anterior, a ausência de informações sobre a operação não diz respeito apenas aos dados financeiros, mas também à equipe de maneira geral. 

Nesse cenário, problemas para captar e analisar os dados afetam as tomadas de decisões e, consequentemente, a expansão do negócio. 

Veja também: Como aumentar a produtividade da equipe de anestesistas

Como corrigir e evitar essas falhas com o Volan?

O Volan é um aplicativo de gestão específico para empresas de anestesiologia. Contando com um layout limpo, intuitivo e fácil de usar, o Volan tem uma maior adesão por parte dos médicos e profissionais envolvidos, acelerando a inovação na operação.

Na prática, o Volan auxilia em todas as rotinas em anestesiologia, com recursos aprimorados que facilitam atividades como:

  • Gestão de escalas;
  • Gestão de faturamento e desempenho financeiro;
  • Gestão de qualidade e experiência.

Além disso, o Volan conta com um power BI completo que constrói relatórios robustos e atualizados acerca da sua empresa, o que viabiliza tomadas de decisões mais inteligentes e assertivas.

Deseja saber mais? Acesse agora mesmo e solicite uma demonstração gratuita do aplicativo!